Saúde
11 MAI 2018

28 factos inacreditáveis sobre o chá verde que devias saber

O chá verde deriva da mesma planta que origina o chá branco e o chá preto - a Camellia Sinensis. Esta é uma planta de origem chinesa, que para a criação do chá verde passa por um processo de escolha e secagem das folhas com pouca oxidação. O chá verde é, assim, uma bebida rica em antioxidantes, conhecida pelos seus muitos benefícios para a saúde. O sabor deste chá é um pouco amargo, contudo ele é muito popular pelas suas peculiares características.

 

O chá é, a seguir à água, a bebida mais consumida do mundo. O chá verde é muito consumido na China e no Japão, tendo agora crescido o seu consumo no ocidente também. É em Portugal, mais precisamente em Gorreana, na ilha de São Miguel, nos Açores, que existe a plantação de chá verde mais antiga, exportando este chá para todo o mundo.

 

Queres saber mais sobre as propriedades do chá verde? Neste artigo, encontras a resposta a todas as tuas dúvidas e mais umas quantas informações bastante úteis.

Leia por capítulos:

  • Para que serve o chá verde?
  • Os 10 benefícios do chá verde
  • O chá verde também pode fazer mal? Descobre 10 desvantagens do chá verde
  • O chá verde tem cafeína?
  • Quantidade de chá verde recomendada por dia
  • Melhor hora para tomar chá verde
  • Deve-se tomar chá verde em jejum?
  • O chá verde emagrece?
  • Chá verde com limão
  • Formas de tomar/preparar chá verde

Para que serve o chá verde?

 

O chá verde é utilizado com inúmeros propósitos que vão além de simplesmente matar a sede. O chá pode ser tomado com o objetivo de prevenir e combater várias doenças ou condições físicas.

 

Por exemplo, o chá verde é muitas vezes utilizado para regular a flora intestinal, uma vez que ele tem propriedades que fazem aumentar a produção de suco gástrico no estômago. Este chá serve também, muitas vezes, para tratar a esclerose múltipla, a artrite reumatóide, doenças cardiovasculares, alguns tipos de cancro, o Alzheimer e o Parkinson.

 

Além disto, o chá verde é também frequentemente utilizado na luta contra o excesso de peso, uma vez que tem a capacidade de aumentar o metabolismo e a oxidação de gorduras.

 

Claro que muitas pessoas o utilizam meramente como uma bebida normal para o dia a dia, seja quente ou refrescante. Mas, pelo seu travo amargo, é mais comum as pessoas escolherem este chá pelos seus muitos benefícios para a saúde.

Os 10 benefícios do chá verde

 

Como já referimos, o chá verde tem imensos benefícios que o tornam numa bebida particularmente popular em todo o mundo. De seguida, apresentamos-te uma lista com os 10 benefícios que podes retirar deste chá.

 

1. Ajuda a emagrecer

Este é um dos principais motivos pelos quais as pessoas se interessam pelo chá verde. Como tem cafeína e catequinas, o chá verde tem a capacidade de acelerar o metabolismo, facilitar a digestão, regular o intestino e até de combater a retenção de líquidos. Tudo isto vai tornar a árdua tarefa de perder peso mais rápida e eficaz.

 

Aliado à prática de exercício físico e a uma dieta equilibrada, o chá verde pode ajudar, de facto a emagrecer de um modo saudável. Além de acelerar o metabolismo, ele também prolonga a sensação de saciedade, o que ajuda imenso a controlar o desejo de ingerir doces e gorduras em excesso.

 

2. Combate o mau colesterol

Estudos apontam para a existência de uma correlação positiva entre a diminuição do mau colesterol e o aumento do consumo do chá verde. Os investigadores concluíram que as catequinas, fitonutrientes da família dos polifenóis que têm uma forte acção antioxidante, presentes no chá verde têm a capacidade de bloquear a absorção do colesterol no intestino.

 

As investigações não concluíram, contudo, nenhum impacto positivo sobre o bom colesterol ou sobre a redução dos triglicerídeos. Por outro lado, a redução no mau colesterol constatada foi pequena.

 

Apesar do efeito de redução do mau colesterol ser mínimo, o chá verde pode sempre ser utilizado com este propósito desde que seja consumido nas doses recomendadas e que seja acompanhado por um estilo de vida saudável. Até porque quando é consumido em exagero, o chá verde pode gerar danos no fígado e até interferir com certos medicamentos, reduzindo a eficácia.

 

Com isto em mente,se tem o colesterol alto, antes de incluir o chá verde na sua dieta, consulte o seu médico e perceba se este chá é, de facto, a melhor opção para si.

 

3. Retarda o envelhecimento

O chá verde também consegue retardar o envelhecimento, ajudando a tua pele a ficar hidratada, brilhante e saudável. Isto acontece pelo facto deste chá ter uma ação antioxidante, o que faz com que ele combata os radicais livres responsáveis pelas alterações na pele.

 

Além de combater efeitos da idade, como a descoloração, a secura, a perda de elasticidade e a formação de rugas, o chá verde também protege a pele contra os raios ultravioleta. Assim, o chá verde é um aliado perfeito para manteres jovem por mais tempo.

 

4. Ajuda na prevenção de vários tipos de cancros

Vários estudos têm sugerido que o chá verde é um importante aliado na luta contra o cancro. Diferentes estudos relatam que o consumo de chá verde faz diminuir o risco de sofrer de cancro nos ovários, na próstata, no cólon, no estômago e na garganta.

 

As investigações sugerem que estes benefícios advêm dos polifenóis, em particular da epigalocatequina-3-galato (EGCG), que é a catequina mais ativa presente no chá verde. Os efeitos anticancerígenas do chá verde revelam-se através do bloqueio das histonas deacetilases, que estão presentes nas células cancerígenas, e do aumento da morte celular.

 

Assim, as pesquisas têm concluído que o chá verde combate a inflamação sistémica, atua na programação da morte de células pré-tumorais e reduz os radicais livres, que em excesso causam lesões nos tecidos.

 

5. Afasta a depressão

Um curioso estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition concluiu que o chá verde tem efeitos anti-depressivos. De acordo com os dados recolhidos, pessoas que consumiam chá verde com frequência, eram 44% menos propensas a desenvolver uma depressão um dia.

 

Esta interessante propriedade do chá verde deve-se à theanina, um aminoácido presente no chá que verde, que tem um efeito tranquilizante. Ainda de acordo com o mesmo estudo, para sentires este efeito protetor contra a depressão, deves tomar entre 3 e 4 chávenas de chá por dia.

 

6. Ajuda à saúde ocular

Além de tudo o que já referimos, o chá verde também promove a saúde dos nossos olhos. De acordo com uma investigação publicada no british Journal of Ophthalmology, embora as propriedades do chá verde não evitem completamente as doenças oculares, ele contribui significativamente para a redução deste risco.

 

Dados recentes sugerem, inclusive, a hipótese da ingestão do chá prevenir as pessoas de ter glaucoma ou outras doenças oculares. Isto acontece graças às catequinas presentes no chá verde, que têm a capacidade de penetrar nos tecidos dos olhos.

 

7. Reduz o risco de ter diabetes tipo 1 e 2

Estudos referem que o chá verde é também um ótimo aliado para prevenir os diabetes, estando comprovado que previne o desenvolvimento de diabetes tipo 1 e tipo 2. Isto porque o chá verde tem substâncias que diminuem a quantidade de glicose.

 

Os tão falados polifenóis aparecem neste contexto uma vez mais, dado que são eles que ajudam a metabolizar o açúcar no organismo, estimulando as células do pâncreas, e a produzir e a segregar insulina nas quantidades ideais para baixar o nível de glicose no sangue.

 

Pessoas que bebem chá verde apresentam um risco entre 16% e 18% menor de vir a ter diabetes tipo 2, em relação àqueles que não bebem o chá.

 

8. Ajuda nos problemas de ossos

Os benefícios deste chá parecem mesmo não ter fim, até nos problemas de ossos ele é útil. Beber chá verde ajuda a reduzir o risco de osteoporose, uma vez que as catequinas presentes no mesmo também estimulam a enzima que promove o crescimento dos ossos e também promove a sua mineralização.

 

9. Aumenta a resistência

Outra característica fantástica do chá verde é que ele aumenta a resistência do nosso organismo, o que pode ser fundamental para quem quer conseguir fazer exercício físico durante mais tempo, por exemplo.

 

Com apenas uma chávena deste chá após o treino, consegues fazer mais uns quantos exercícios. Para quem está a tentar perder peso, este aspeto do chá verde pode também ser muito útil. No Japão e na China, o chá verde é a bebida mais popular entre os praticantes de artes marciais, o que faz sentido dada esta sua propriedade.

 

10. Aumenta a expectativa de vida

Por fim, e reunindo, no fundo, todos os benefícios que já assinalamos, o chá verde acaba por aumentar a expectativa de vida de uma pessoa que o consuma. Um conceituado estudo realizado no Japão concluiu que as pessoas que bebiam mais chá verde tinham uma probabilidade menor de morrer durante um período de 11 anos.

 

Outra característica interessante do chá verde é o seu poder de contrariar o stress, graças a um composto chamado tanino, que estimula as ondas cerebrais alfa e acalma o corpo. Esta característica do chá verde pode também, de alguma forma, contribuir para que as pessoas vivam mais tempo e mais tranquilas.

O chá verde também pode fazer mal? Descobre 10 desvantagens do chá verde

Infelizmente, o chá verde não traz só vantagens. Precisas de saber como o consumir, de modo a tirares o máximo proveito das suas vantagens. Nesta lista, vais descobrir as maiores desvantagens do consumo de chá verde e como evitar sofrer os malefícios deste chá.

 

1. Reduz a absorção de ferro e cálcio

De acordo com vários estudos, os taninos presentes no chá verde impedem a absorção de ferro e cálcio no organismo. Contudo, isto apenas se torna preocupante quando há um excesso de consumo diário do chá verde. Consulta aqui qual a dosagem de chá verde ideal para um dia.

 

Quando o chá verde é, de facto, consumido em excesso, pode ocasionar insônia e até gastrite, além de outros problemas graves. Deves manter em mente que estes polifenóis de origem vegetal, os taninos, interferem com a quebra de proteínas complexas, tornando-as proteínas mais simples e impedindo a sua absorção no nosso organismo, por isso o chá verde deve ser sempre tomado com moderação.

 

2. Aumenta os níveis de ácido úrico no organismo

O chá verde pode agravar a formação de ácido úrico no nosso organismo, caso seja tomado em excesso. O chá verde possui xantina alcalóides, que podem desencadear a formação de pedras na vesícula, nos rins e até reumatismo. Deves, por isto, ter muito cuidado na toma deste chá, principalmente se já tiveres uma predisposição natural para este género de problemas de saúde.

 

3. Tem altos níveis de cafeína

O chá verde contém cafeína e, portanto, traz as mesmas desvantagens que outras bebidas com cafeína trazem quando ingeridas em excesso. Devido à presença da cafeína, o chá verde acaba pode ter, a longo prazo, um efeito nefasto sobre o fígado e os orgãos internos. O segredo é sempre o consumo moderado.

 

4. Pode causar anemia ou fadiga

Os compostos triterpene saponinas, presentes neste chá, destroem os eritrócitos. Desta forma, o chá verde pode causar fadiga e, em casos mais delicados, agravar situações de anemia, por exemplo.

 

5. Pode causar dependência

Quando consumido por um longo período de tempo e em grandes quantidades, o chá verde pode mesmo chegar a causar dependência. Além disto, pode causar constipação intestinal aguda, insónias, irritabilidade e até batimentos cardíacos anormais.

 

6. Não é indicado para grávidas

Vários estudos referem que a bebida pode prejudicar o desenvolvimento do sistema nervoso do bebé. Além disto, as investigações também apontam para uma relação entre o consumo do chá verde e os níveis de ácido fólico da gestante.

 

Mesmo depois do parto, durante o período de amamentação, o consumo de chá verde é desaconselhado, uma vez que a presença de cafeína no leite materno pode ter efeitos negativos no bebé, como deixá-lo nervoso e com insónias.

 

7. Pode causar problemas de estômago

Os taninos presentes no chá verde aumentam os níveis de ácido no estômago, o que pode causar prisão de ventre e dores de estômago. Por esta razão, o chá verde não é recomendável para pessoas com refluxo ácido ou úlceras. Contudo, e uma vez mais, o segredo é beber o chá verde em quantidades moderadas.

 

8. Pode causar dores de cabeça

Estudos já demonstraram que o consumo de chá verde em grandes quantidades pode causar dores de cabeça crónicas diárias, tanto leves como graves.

 

9. Aumenta a pressão arterial

Como o chá verde tem cafeína, o seu consumo pode elevar a pressão arterial, principalmente em pessoas que já têm essa predisposição.

 

10. Corta o efeito de alguns medicamentos

Este último aspeto deve ser tido sempre em consideração antes de começar a ingerir chá verde. Quando juntamos o chá verde com remédios, como, por exemplo, comprimidos para dor de cabeça, os compostos do chá podem cortar o efeito do comprimido e fazer até com que a dor seja agravada.

O chá verde tem cafeína?

Sim. Como já foi referido anteriormente, o chá verde tem cafeína. Alguns chás verdes comercializados têm mais cafeína do que outros. O chá verde em saco contém, por norma, mais cafeína do que o chá em folhas soltas, por exemplo.

 

Quando tomado quente, o chá verde tem os efeitos da cafeína minimizados. Por outro lado, quanto mais tempo for dispensado para a infusão, maior será a quantidade de cafeína. Uma infusão de 2 minutos é considerada uma infusão ótima, com a quantidade ideal de cafeína para o chá verde.

 

Por último, importa realçar que apesar de ser rico em cafeína, o chá verde não contém tanta cafeína como o café. Por isso, o chá verde acaba por ter a quantidade suficiente para produzir um estímulo interessante, sem causar o nervosismo associado muitas vezes ao consumo excessivo de café.

Quantidade de chá verde recomendada por dia

A dose recomendada de chá verde por dia nunca deve ultrapassar os 600 ml diários, ou seja, cerca de 3 chávenas de chá por dia. De preferência, o chá verde não deve ser consumido durante as refeições para não afetar a absorção de nutrientes dos alimentos.

 

Se, por outro lado, fores sensível à cafeína, deves ingerir quantidades ainda menores do que as assinaladas acima.

Melhor hora para tomar chá verde

Como já foi mencionado, o chá verde não deve ser consumido durante as refeições, dado que ele impede a absorção de nutrientes importantes para o organismo. Se o objetivo for perder peso, o chá verde pode ser tomado 20 minutos após as principais refeições do dia, de modo a impedir a absorção de gordura.

 

Ele não deve ser consumido de manhã nem à noite. Quando consumido à noite, o chá verde pode causar insónias. Deves tomá-lo duas horas antes de te deitares e nunca depois disso.

Deve-se tomar chá verde em jejum?

Não. Nunca deves tomar chá verde em jejum, sendo que os efeitos desta prática podem ser bastante nefastos. A cafeína presente no chá verde pode levar à desidratação e estimular a secreção de sucos gástricos, que poderão irritar o estômago e causar mal estar.

 

Estudos afirmam, inclusive, que tomado em jejum, o chá verde pode causar diarreia. Portanto, já sabes que nunca deves tomar chá verde em jejum.

O chá verde emagrece?

Um dos motivos pelos quais o chá verde é tão popular é precisamente pelo facto de ser uma boa ajuda na luta contra o excesso de peso. E, sim, é mesmo verdade. O chá verde ajuda a emagrecer.

 

Além de acelerar o metabolismo, o chá verde também ajuda a suprimir o apetite. O principal antioxidante deste chá, o EGCG, ajuda a inibir uma enzima que degrada a noradrenalina. Como existe uma maior quantidade da monoamina noradrenalina, e como ela é utilizada pelo sistema nervoso para quebrar a gordura no nosso organismo, isto vai resultar em mais gordura queimada.

 

Não obstante a tudo isto, o chá verde dá-te uma maior resistência, o que te permite fazeres mais exercício físico e, assim, perder mais peso e ganhar mais massa muscular.

Chá verde com limão

Como acabamos de referir, o chá verde é um ótimo aliado quando o nosso objetivo é emagrecer. Contudo, para termos resultados ainda mais satisfatórios, podemos bebê-lo com citrinos. A combinação que nos traz os melhores resultados para este propósito é, sem dúvida, o chá verde com limão.

 

Além de favorecer o emagrecimento, a mistura do chá com sumo de limão ou laranja, por exemplo, consegue proteger o coração. Isto porque os citrinos, e em especial o limão, conseguem preservar as catequinas presentes no chá verde, que são substâncias responsáveis pela redução do risco de doenças cardiovasculares e pelo controlo do peso.

 

O chá com limão (ou com outro citrino) deve ser consumido logo após a sua preparação, de modo a que o chá verde não oxide e não perca as suas catequinas como consequ~encia disto.

Formas de tomar/preparar chá verde

O chá verde pode ser encontrado sob a forma de comprimidos, saquetas, pó solúvel, cápsulas ou folhas soltas. Porém, a forma mais recomendada para o consumir é através de folhas frescas, em infusão, uma vez que desta forma os nutrientes naturais mantém-se o mais intactos possível.

 

O chá verde tem um sabor bastante amargo. Para quem não quer adicionar imenso açúcar à infusão, recomenda-se que se adicione ao chá folhas de hortelã ou até mesmo, no liquidificador, frutas, como maçã ou morango.