Seis incríveis percursos de bicicleta em Portugal

Descobre todas as informações dos 6 melhores percursos de bicicleta de Portugal.

À Descoberta

Se estás sempre pronto para passear, este artigo é para ti, principalmente se és um amante de passeios de bicicleta. Os percursos que te apresentamos  vão fazer toda a diferença quando pegares na tua companheira de duas rodas. Se decidires experimentar os diferentes percursos, terás a oportunidade de desfrutar dos melhores  caminhos e das mais belas paisagens portuguesas. 

Tróia-Sagres

Início/fim: Tróia / Sagres
Distância: cerca de 208 quilómetros 
Duração: um ou dois dias
Melhor altura para o fazer: abril/ maio – setembro/outubro
Pior altura para o fazer: novembro – fevereiro
Descrição do terreno: piso irregular, mas regra geral com estrada em bom estado. algumas subidas de relevo;
Descrição do percurso: grande parte do percurso realiza-se junto ao mar, pelo que se pode tirar partido das paisagens circundantes. a rota efetua-se em estradas secundárias, ou seja, há um menor fluxo de tráfego.
Parte mais complicada: São Teotónio, Odeceixe e Carrapateira
Não deixes de ver: visita à praia de odeceixe, seguramente uma das mais belas de portugal
Nível de dificuldade: baixo

Troia-Sagres, Portugal

Travessia De Portugal

Início/fim: Bragança / Sagres
Distância: cerca de 1.050 quilómetros
Duração: 16 dias
Melhor altura para o fazer: junho
Pior altura para o fazer: durante o inverno
Descrição do terreno: Mais de 90% em todo-o-terreno
Descrição do  percurso: é um trilho que nos permite ter uma visão 360º sobre Portugal. Imagina-te a começar no interior da terra fria, a descer pelas beiras, a atravessar o Alentejo e a terminar junto das encostas do Algarve.
Parte mais complicada: Serra da Malcata e Serra de Monchique
Não deixes de ver: Rio Douro, Calçada De Sanfana, Almeida, Monsanto, Portas De Ródão, Castelo De Vide, Monsaraz, Praia Da Cordoama
Nível de dificuldade: altíssima

Crossing Portugal

Tróia - Odemira - Vilamoura

Início/fim: Tróia – Vilamoura
Distância: 270 quilómetros
Duração: dois dias
Melhor altura para o fazer: maio
Pior altura para o fazer: novembro – março
Descrição do terreno: maioritariamente irregular, com estradas largas. Ainda assim, existem alguns single tracks (trilhos estreitos), nomeadamente, depois de odemira e perto da passagem na ribeira do algibre
Descrição do percurso:  é um percurso equilibrado que proporciona um pouco de tudo, desde a brisa marítima na saída de Tróia, ao ar puro das Serras de Grândola ou do Cercal; desde o Algarve mais profundo, em são Marcos da Serra, à beleza de Alte e Paderne ou ao outro Algarve de Vilamoura
Parte mais complicada: Serra de Grândola
Não deixes de ver: Santiago do Cacém, Barragem de Morgável, cidade de Odemira, Castelo de Paderne
Nível de dificuldade: médio

Troia - Odemira - Vilamoura, Portugal

Caminho Português De Santiago De Compostela

Início/fim: Lisboa – Santiago De Compostela
Distância: cerca de 680 quilómetros
Duração: seis a sete dias
Melhor altura para o fazer: maio, junho e setembro
Pior altura para o fazer: julho/agosto, novembro – março
Descrição do terreno: bastante irregular, sem grandes subidas e, maioritariamente, fora de estrada
Descrição do percurso: paisagens espetaculares ao longo de todo o percurso; o caminho vai fazer-te sentir isolado de tudo e de todos e em plena sintonia com a natureza.
Parte mais complicada: subida da labruja no concelho de Ponte de Lima, grande parte impossível de subir de bicicleta (a pé pode demorar cerca de uma hora)
Não deixes de ver: a vista e a tranquilidade depois de subir os Moinhos no Arneiro Das Milhariças, assim como, a de Minde, a Serra D’aire e dos Candeeiros, a paisagem para Coimbra, os Passadiços de Madeira e as ciclovias que ligam Espinho a Gaia, a cidade do Porto, Barcelos, Ponte de Lima (delicia-te com os famosos rojões e o arroz de sarrabulho!), e, claro, Santiago de Compostela.
Nível de dificuldade: baixo/médio. 

Portuguese Way of Santiago de Compostela

Caminho Do Tejo

Início/fim: Torre Vasco Da Gama Parque Das Nações) – Fátima
Distância: cerca de 145 quilómetros
Duração: dois dias
Melhor altura para o fazer: março - abril
Pior altura para o fazer: novembro - março / julho – agosto
Descrição do terreno: bastante irregular e praticamente sem dificuldades até Santarém. Depois, até à reta final, a percentagem de troço de terra batida aumenta e, com ele, as subidas e o nível de dificuldade.
descrição do percurso: consegue conciliar o fácil com o complicado, ou seja, é ideal para quem pretende preparar-se para percursos mais exigentes.
Parte Mais Complicada: Covão do Coelho
Não deixes de ver: Moinhos No Arneiro das Milhariças, Nascente do Alviela e o Miradouros Para Minde.
Nível De Dificuldade: médio

Tagus Way

Caminho Do Atlântico

Início/fim: Carcavelos – Carvalhal
Distância: 35 quilómetros
Duração: um dia
Melhor altura para o fazer: abril - outubro
Pior altura para o fazer: novembro - abril
Descrição do terreno: composto por bastantes caminhos estreitos (single tracks) no meio da vegetação, sem grandes declives a assinalar
Descrição do percurso: tem vista privilegiada das falésias, do mar e de inúmeras praias belíssimas, tal como a praia das Azenhas do Mar
Parte mais complicada: nada a assinalar
Não deixes de ver: Fonte da Sabuga, Igreja de Santa Maria, Parque da Liberdade
Nível de dificuldade: baixo

Atlantic Way
Seis incríveis percursos de bicicleta em Portugal
À Descoberta
Seis incríveis percursos de bicicleta em Portugal