Castelos a explorar em Portugal

Portugal possui vários castelos. Se gostaria de visitar os diferentes espaços ou se quer explorar aqueles que estão mais próximos da sua localização, veja com o Excelente as características de cada um.

À Descoberta

Os castelos são edifícios fortificados que foram usados para proteger e vigiar as comunidades na Idade Média. Atualmente, alguns destes monumentos podem ser visitados e ajudam a contar a evolução histórica das cidades. 

Se tiver interesse, pode consultar o site Castelos de Portugal, “um portal de informação sobre os castelos de Portugal e sobre as suas características arquitetónicas e lendas”. “Disperso por quatro períodos (Pré-SéculoXII, SéculoXII, SéculoXIII, e Pós-SéculoXIII), Castelos de Portugal mostra com mapas, a dispersão dos castelos existentes nesse determinado século”. A partir deste site, os utilizadores podem aceder a informação e slides fotográficos relativos aos castelos.

Castelo de Aljezur

O castelo, situado em Aljezur (Faro), começou a ser criado no século X pelo povo árabe. Depois de ser utilizado para defender a vila, foi abandonado entre os séculos XV e XVI. Também o terramoto de 1755, destruiu grande parte da estrutura do monumento. Só a partir de 1940 é que o castelo foi restaurado. Em 1977, o espaço foi nomeado Imóvel de Interesse Público. O castelo pode ser visitado durante toda a semana.

Aljezur Castle, Portugal

Castelo de Almourol

O Castelo de Almourol encontra-se numa ilha abraçada pelo rio Tejo. O rio era defendido, na Idade Média, pelos castelos de Tomar, do Zêzere e da Cardiga, além do Castelo de Almourol.

O monumento foi utilizado até o território deixar de precisar de proteção. No século XIX, o castelo foi restaurado e, atualmente, recebe visitas. Os visitantes apenas conseguem chegar ao castelo de barco. Durante o inverno, o castelo pode ser visitado entre as 9h00 e as 17h00. No verão, o monumento está aberto das 9h00 às 19h00. 

Almourol Castle, Vila Nova da Barquinha - Portugal

Castelo de Arraiolos

Localizado em Arraiolos, no Alentejo, o castelo é conhecido como Paço dos Alcaides. Ao contrário de muitas construções, este monumento é um castelo circular. No centro das muralhas do castelo, encontra-se a Igreja do Salvador, construída no século XVI. O espaço começou a ser construído em 1306 e foi deixado ao abandono a partir de 1613.

Arraiolos Castle, Portugal

Castelo de Celorico da Beira

Na freguesia de Celorico e Vila Boa do Mondego, encontra-se o Castelo de Celorico da Beira. Crê-se que a fortificação românica-gótica surgiu no século XII e que sofreu modificações até ao século XVI. O castelo é composto por dois cubelos e, antigamente, possuía também a Torre de Mensagem.  O monumento pode ser visitado todos os dias das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00.

Castle of Celorico da Beira, Portugal

Castelo de Guimarães

O Castelo surge mencionado a partir do ano 950 e foi usado para proteger o mosteiro vimaranense. Inicialmente, o monumento era feito de madeira, mas, nos séculos XI, XII e XIII, foi fortemente remodelado. A partir do século XVI, o castelo começou a ficar abandonado e passou a ser utilizado como prisão. Só no século XIX, é que o castelo foi identificado como sendo uma estrutura emblemática da Idade Média portuguesa. Em 1940, o monumento foi apresentado ao público com novas alterações e, em 2007, foi selecionado, de um modo informal, como uma das Sete Maravilhas de Portugal. O Castelo de Guimarães pode ser conhecido entre as 10h00 e as 18h00.

Castelo de Leiria

O Castelo de Leiria é associado à lenda do Milagre das Rosas. Reza a lenda que, numa manhã de janeiro, a rainha Santa Isabel, mulher de D. Dinis, ia sair do castelo para levar pães aos mais desfavorecidos, contra a vontade do seu marido. Durante a saída, a rainha deparou-se com D. Dinis, que lhe perguntou onde ia e o que tinha ali com ela. A rainha explicou que eram rosas. D. Dinis perguntou: Rosas, em janeiro? A rainha mostrou o recipiente e, em vez de pães, existiam na verdade rosas.

O castelo começou a ser edificado a mando de D. Afonso Henriques, no século XII. O espaço pode ser visitado de abril a setembro, todos os dias, das 9h30 às 18h30, e de outubro a março, das 9h30 às 17h30.  

Leiria Castle, Portugal

Castelo de Marvão

O castelo encontra-se no Parque Natural da Serra de São Mamede, no Alentejo. A fortificação começou a ser construída em 1299, a mando de D. Dinis. Atualmente, o castelo pode ser visitado ao longo da semana e os caminhos que rodeiam o monumento ligam-no ao Museu Municipal e à Igreja Santa Maria.

Marvão Castle, Portugal

Castelo de Monsaraz

O Castelo de Reguengos de Monsaraz (Évora) foi desenvolvido por D. Afonso III, D. Dinis e por D. Fernando. Segundo o município de Reguengos de Monsaraz, o castelo começou por apresentar “a nova alcáçova e cinco torres quadrangulares, o cubelo e o troço da barbacã sul”. Mais tarde, foi D. Dinis que criou a barbacã exterior e a Torre de Mensagem. Já D. Fernando construiu “a cortina interior de separação do alcácer com o casario da vila”. O castelo pode ser visitado em qualquer momento  de forma gratuita. 

Castle of Monsaraz, Alentejo, Portugal

Castelo de Montalegre

O Castelo de Montalegre começou a ser edificado a partir de 1281. Além dos Castelos de Chaves e da Piconha, o de Montalegre também era uma estrutura de defesa das regiões do Tâmega e do Cávado.  A partir deste espaço medieval, pode observar-se o rio Cávado, a Serra do Gerês e a Serra do Larouco. Qualquer pessoa pode aceder facilmente ao castelo, das 10h00 às 18h00. 

Castle of Montalegre, Portugal

Castelo dos Mouros

Este é outro dos locais de paragem obrigatória em Sintra. O castelo, situado no alto de um penedo, pode ser visitado quase na totalidade sem qualquer custo. O Castelo dos Mouros foi uma estrutura importante na defesa do território e dos acessos marítimos de Lisboa. Desde 1976, o espaço tem sido alvo de escavações arqueológicas, que permitem conhecer um pouco mais sobre a história de Sintra. O monumento pode ser visitado entre as 9h30 e as 18h30.

Moorish Castle, Sintra - Portugal

Castelo de Óbidos

Em 1153, data-se a primeira ocupação do Castelo de Óbidos por parte das forças do rei D. Afonso Henriques. Desde então, o espaço foi sendo habitado por reis e rainhas de Portugal. Em 1932, o edifício começou a ser restaurado, depois de ser abalado pelo terramoto de Lisboa de 1755. O edifício encontra-se a 79 metros acima do mar e algumas das muralhas apresentam 13 metros de altura.

O castelo reúne os estilos românico, gótico, manuelino e barroco. Segundo o site do Castelo de Óbidos, “além da muralha, o magnífico castelo medieval e o centro histórico de Óbidos são a principal atração da cidade e podem ser facilmente visitados a pé”.

Castle of Óbidos, Portugal

Castelo de Paderne

De acordo com a Câmara Municipal de Albufeira, “este castelo é um dos que figuram na Bandeira de Portugal e foi conquistado aos mouros por D. Paio Peres Correia em 1248 e desativado em 1858”. Ao contrário dos diversos castelos, este foi construído a partir de taipa militar. Além disso, o castelo é considerado um hisn - uma fortificação rural islâmica.

Castle of Paderne, Albufeira - Portugal

Castelo de Porto de Mós

O Castelo de Porto de Mós, sediado na vila Porto de Mós (Leiria), evidencia elementos dos estilos gótico e renascentista. D. Sancho I foi o responsável por desenvolver a planta atual do castelo, em 1200. O castelo cumpriu o seu último objetivo defensivo, em 1385, antes da Batalha de Aljubarrota. Nos anos que se seguiram, o espaço foi remodelado, até que o terramoto de 1755 quebrou grande parte da estrutura do edifício. O castelo sofreu obras de restauração de 1936 a 1960 e, atualmente, funciona como um espaço cultural. 

Source - City Council (Porto de Mós) - Porto de Mós Castle

Castelo de Santa Maria da Feira

O Castelo de Santa Maria da Feira “foi castro de ocupação romana, foi baluarte contra as invasões normandas, forte militar na época da Reconquista, sede de região militar, o grande centro político que levou à independência de Portugal e foi habitação de famílias reais e nobres”.

De acordo com a Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, “hoje, o Castelo está preparado para desempenhar as funções de Pólo Cultural na vasta região em que se insere”. O Castelo está aberto ao público das 9h00 às 17h00, de outubro a março, e das 10h00 às 18h30, de abril e setembro.

Castle of Santa Maria da Feira - Portugal

Castelo de São Jorge

“Aberto ao público sete dias por semana, o Castelo de S. Jorge é hoje um local onde se pode desfrutar do património e conhecer a sua história”. É assim que o monumento se apresenta ao público. O castelo foi construído no século XI pelos mulçulmano e adaptado, em 1147, para acolher o rei D. Afonso Henriques. O espaço tornou-se no paço real para os reis de Portugal e foi sofrendo várias alterações ao longo dos anos.

No final do século XX, através de explorações arqueológicas, descobriram-se antigas construções. Hoje em dia, neste castelo, pode contactar com a evolução de Lisboa, conhecer os vestígios do bairro islâmico do século XI e explorar a cidade e os jardins. Se preferir pode optar por visitas guiadas ou pelas atividades pedagógicas organizadas no espaço. De março a outubro, pode explorar o castelo das 9h00 às 21h00 e, de novembro a fevereiro, das 9h00 às 19h00. 

Saint George's Castle, Lisboa - Portugal

Castelo de Silves

O Castelo de Silves está localizado em Silves e é o maior castelo da região algarvia. O castelo é tido como uma das melhores obras produzidas e deixadas pelos árabes. Atualmente, as pessoas conseguem perceber como os habitantes do castelo viviam no antigamente. Além do castelo, os visitantes também devem conhecer o Museu Municipal de Arqueologia. Durante todo o ano, o monumento pode ser visitado a partir das 9h00. A hora de encerramento depende do mês do ano. 

Guimarães Castle, Portugal
Silves Castle, Algarve - Portugal

Castelo de Tomar

O Castelo de Tomar foi construído em 1160 a mando do Mestre D. Gualdim Pais. No interior do castelo, encontra-se o Convento de Cristo de Tomar. O castelo foi habitado pelo Infante D. Henrique e foi restaurado pelos reis D. Manuel e D. João III. O monumento evidencia uma arquitetura militar e apresenta traços dos estilos românico, gótico e renascentista. Os visitantes podem conhecer o espaço a partir das 9h00 até às 17h30, de outubro a maio, e das 9h00 às 18h30, de junho a setembro. 

Tomar Castle, Portugal

Castelo do Queijo

O monumento, situado no Porto, intitula-se de Castelo do Queijo por estar edificado numa rocha que tem o formato de um queijo. O castelo foi construído para impedir que os piratas provenientes do Norte de África atacassem a cidade. O espaço está aberto ao público de terça-feira a domingo, das 13h00 às 17h00, durante os meses de inverno, e das 13h00 às 18h00, nos meses de verão.

Cheese Castle, Porto - Portugal

Confira a lista de Castelos em Portugal

  • Castelo Carrapatoso

  • Castelo Novo

  • Castelo Velho de Alcoutim

  • Castelo Velho de Caratão

  • Castelo Velho de Colares

  • Castelo Velho de Freixo de Numão

  • Castelo Velho do Degebe

  • Castelo da Amêndoa

  • Castelo da Bemposta

  • Castelo da Cardiga

  • Castelo da Covilhã

  • Castelo da Guarda

  • Castelo da Lourinhã

  • Castelo da Lousa

  • Castelo da Lousã

  • Castelo da Mêda

  • Castelo da Piconha

  • Castelo da Redinha

  • Castelo da Senhora da Luz

  • Castelo da Sertã

  • Castelo da Vidigueira (Beja)

  • Castelo da Vidigueira (Évora)

  • Castelo das Relíquias

  • Castelo de Abrantes

  • Castelo de Aguiar de Sousa

  • Castelo de Albufeira

  • Castelo de Alcanede

  • Castelo de Alcantarilha

  • Castelo de Alcobaça

  • Castelo de Alcoutim

  • Castelo de Alcácer do Sal

  • Castelo de Aldeia Velha

  • Castelo de Alegrete

  • Castelo de Alenquer

  • Castelo de Alfaiates

  • Castelo de Alfeizerão

  • Castelo de Alfândega da Fé

  • Castelo de Algoso

  • Castelo de Aljezur

  • Castelo de Aljustrel

  • Castelo de Almada

  • Castelo de Almeida

  • Castelo de Almourol

  • Castelo de Alpalhão

  • Castelo de Alter Pedroso

  • Castelo de Alter do Chão

  • Castelo de Alva

  • Castelo de Alvito

  • Castelo de Alvor

  • Castelo de Amieira do Tejo

  • Castelo de Ansiães

  • Castelo de Armamar

  • Castelo de Arnoia

  • Castelo de Arraiolos

  • Castelo de Arrifana

  • Castelo de Arronches

  • Castelo de Arruda

  • Castelo de Assumar

  • Castelo de Atouguia da Baleia

  • Castelo de Avis

  • Castelo de Avô

  • Castelo de Azinhalinho

  • Castelo de Balsamão

  • Castelo de Barbacena

  • Castelo de Beja

  • Castelo de Belmonte

  • Castelo de Belver

  • Castelo de Borba

  • Castelo de Braga

  • Castelo de Bragança

  • Castelo de Cabeço de Vide

  • Castelo de Cabrela

  • Castelo de Cabris

  • Castelo de Cacela

  • Castelo de Caminha

  • Castelo de Campo Maior

  • Castelo de Canha

  • Castelo de Caria Atalaia

  • Castelo de Cascais

  • Castelo de Casteição

  • Castelo de Castelo Bom

  • Castelo de Castelo Branco

  • Castelo de Castelo Melhor

  • Castelo de Castelo Mendo

  • Castelo de Castelo Novo

  • Castelo de Castelo Rodrigo

  • Castelo de Castelo Velho

  • Castelo de Castelo de Penalva

  • Castelo de Castelo de Vide

  • Castelo de Castro Laboreiro

  • Castelo de Castro Marim

  • Castelo de Celorico da Beira

  • Castelo de Cera

  • Castelo de Chaves

  • Castelo de Codesseiro

  • Castelo de Coimbra

  • Castelo de Coina-a-Velha

  • Castelo de Cola

  • Castelo de Coruche

  • Castelo de Curutelo

  • Castelo de Elvas

  • Castelo de Ervededo

  • Castelo de Esporão

  • Castelo de Estremoz

  • Castelo de Estômbar

  • Castelo de Évora Monte

  • Castelo de Dalva

  • Castelo de Faria

  • Castelo de Faro

  • Castelo de Ferreira de Aves

  • Castelo de Flor da Rosa

  • Castelo de Folgosinho

  • Castelo de Fontalva

  • Castelo de Freixo de Espada à Cinta

  • Castelo de Gaia

  • Castelo de Germanelo

  • Castelo de Giraldo

  • Castelo de Gouveia

  • Castelo de Guimarães

  • Castelo de Idanha-a-Nova

  • Castelo de Idanha-a-Velha

  • Castelo de Juromenha

  • Castelo de Lagos

  • Castelo de Lamego

  • Castelo de Lanhoso

  • Castelo de Leiria

  • Castelo de Lindoso

  • Castelo de Linhares

  • Castelo de Longroiva

  • Castelo de Loulé

  • Castelo de Mafra

  • Castelo de Marialva

  • Castelo de Marvão

  • Castelo de Melgaço

  • Castelo de Mértola

  • Castelo de Messejana

  • Castelo de Milhão

  • Castelo de Miranda do Corvo

  • Castelo de Miranda do Douro

  • Castelo de Mirandela

  • Castelo de Mogadouro

  • Castelo de Monforte (Chaves)

  • Castelo de Monforte (Figueira de Castelo Rodrigo)

  • Castelo de Monforte (Portalegre)

  • Castelo de Monsanto

  • Castelo de Monsaraz

  • Castelo de Montalegre

  • Castelo de Montalvão

  • Castelo de Monte Real

  • Castelo de Montel

  • Castelo de Montemor-o-Novo

  • Castelo de Montemor-o-Velho

  • Castelo de Montenegro (Faro)

  • Castelo de Montenegro (Vila Real)

  • Castelo de Monção

  • Castelo de Moreira de Rei

  • Castelo de Moura

  • Castelo de Mourão

  • Castelo de Mértola

  • Castelo de Mós

  • Castelo de Neiva

  • Castelo de Nisa

  • Castelo de Noudar

  • Castelo de Numão

  • Castelo de Nóbrega

  • Castelo de Odemira

  • Castelo de Oleiros

  • Castelo de Olivença

  • Castelo de Ouguela

  • Castelo de Ourém

  • Castelo de Outeiro de Miranda

  • Castelo de Paderne

  • Castelo de Palmela

  • Castelo de Paranho

  • Castelo de Pena da Rainha

  • Castelo de Pena de Aguiar

  • Castelo de Penacova

  • Castelo de Penafiel

  • Castelo de Penalva

  • Castelo de Penamacor

  • Castelo de Penas Roias

  • Castelo de Penedono

  • Castelo de Penela

  • Castelo de Penha da Rainha

  • Castelo de Penha Garcia

  • Castelo de Pinhel

  • Castelo de Pirescoxe

  • Castelo de Pombal

  • Castelo de Porches

  • Castelo de Portalegre

  • Castelo de Portel

  • Castelo de Portelo

  • Castelo de Porto de Mós

  • Castelo de Portuzelo

  • Castelo de Proença-a-Velha

  • Castelo de Ranhados

  • Castelo de Rebordãos

  • Castelo de Redondo

  • Castelo de Redondos

  • Castelo de Rosmaninhal

  • Castelo de Ródão

  • Castelo de S. Cristovao

  • Castelo de Salir

  • Castelo de Salvaterra do Extremo

  • Castelo de Santa Cruz

  • Castelo de Santa Eulália

  • Castelo de Santa Justa

  • Castelo de Santa Maria da Feira

  • Castelo de Santarém

  • Castelo de Santiago do Cacém

  • Castelo de Santo Estêvão

  • Castelo de Santulhão

  • Castelo de Seda

  • Castelo de Segura

  • Castelo de Seia

  • Castelo de Sernancelhe

  • Castelo de Serpa

  • Castelo de Sesimbra

  • Castelo de Silves

  • Castelo de Sines

  • Castelo de Sintra

  • Castelo de Sortelha

  • Castelo de Soure

  • Castelo de São Jorge

  • Castelo de São Martinho de Mouros

  • Castelo de Tarouca

  • Castelo de Tavira

  • Castelo de Terena

  • Castelo de Terrenho

  • Castelo de Tomar

  • Castelo de Torre de Moncorvo

  • Castelo de Torres Novas

  • Castelo de Torres Vedras

  • Castelo de Trancoso

  • Castelo de Vacinata

  • Castelo de Valença

  • Castelo de Valhelhas

  • Castelo de Valongo

  • Castelo de Veiros

  • Castelo de Vermoim

  • Castelo de Viana do Alentejo

  • Castelo de Vila Boim

  • Castelo de Vila Flor

  • Castelo de Vila Nova de Cerveira

  • Castelo de Vila Nova de Foz Côa

  • Castelo de Vila Verde dos Francos

  • Castelo de Vila Viçosa

  • Castelo de Vila do Touro

  • Castelo de Vilar Maior

  • Castelo de Vimioso

  • Castelo de Vinhais

  • Castelo de Évora

  • Castelo de Évora Monte

  • Castelo de Óbidos

  • Castelo do Alandroal

  • Castelo do Crato

  • Castelo do Mau Vizinho (Chaves)

  • Castelo do Mau Vizinho (Évora)

  • Castelo do Monte Coruto

  • Castelo do Sabugal

  • Castelo do Zêzere

Castelos a explorar em Portugal
À Descoberta
Castelos a explorar em Portugal